[Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Elendil2 em Ter Nov 16, 2010 4:20 am


OS DADOS DE DRAGON AGE


Postado por Shido Vicious, Publicado em: 10 de novembro de 2010
Post de Opinião retirado do blog .20: http://www.dot20.com.br/2010/11/10/dados-dragon-age/


Falar do Dragon Age é falar da maneira como ele usa os dados. O sistema como um todo, ainda que não use a OGL, poderia tê-lo feito — o Dragon Age nada mais é que um “True20 Lite“. Trata-se de um jogo de níveis e classes (três: guerreiro, ladino, mago), sistema centrado em torno das mecânicas de combate, some 3d6 (não mais 1d20) a um modificador, compare com o número alvo, passa/falha, etc.

Conforme você avança de nível (via XP), tem direito a comprar Talentos e recebe habilidades especiais da classe (o guerreiro recebe talentos adicionais). O nível também aumenta suas habilidades (os atributos do jogo), que são Communication, Constitution, Cunning, Dexterity, Magic, Perception, Strength e Willpower. São as habilidades do d20 reorganizadas — o confuso Sabedoria, que significava trocentas coisas, foi dividido em Willpower e Perception; Carisma ganhou um nome mais descritivo (Comunicação), e Inteligência agora é Cunning (astúcia, sagacidade). Os valores variam de -1 a +4 (os valores 3-18 só existem quando se determina as habilidades — que são roladas, não point buy –, e não chegam a ser escritos na ficha, como se faz no D&D).

Magic pode parecer um atributo estranho, mas não é — as habilidades são os únicos valores numéricos que os personagens possuem. Poderíamos chamar o sistema de skill based, mas as perícias, os Focos, não são perícias como conhecemos. Elas são binárias (ou seja, não graduadas — tem ou não tem) e concedem um bônus de +2 ao atributo relacionado. Bows dá um bônus de +2 ao rolar Destreza quando se usa arcos; Entropy concede o mesmo bônus quando se usa Magic para lançar um feitiço da escola de entropia.

No combate, rola-se o atributo associado ao ataque usado (mais bônus por Focos) contra uma defesa estática do oponente. Se acertar, causa dano conforme a arma; quem perde todos os pontos de vida se ferra. Para magias, gasta-se pontos de magia, rola-se Magic contra a dificuldade da magia e, se tiver sucesso, o efeito se realiza. Algumas magias permitem um teste de resistência, aqui uma das habilidades (determinada pela magia) contra sua habilidade de Magic. A maioria das magias se constitui de ataques, mas existem algumas de Utility.

Quando projetaram o True20, muita coisa tradicional do d20 foi excluída — o Dragon Age tem a cara de uma retomada do True20, com mais d20-ismos expurgados, e praticamente apenas a estrutura básica restou. É um caso de estudo bem interessante na genealogia do d20. Compare, por exemplo, o Dungeons & Dragons 3.5 e seus descendentes diretos (Iron Heroes, Arcana Evolved, Pathfinder RPG) com aqueles com uma geração adicional em sua história — D&D 4E via Star Wars Saga; Dragon Age via True20. Os da “primeira geração” são mais semelhantes ao ancestral na aparência e quase idênticos na estrutura. Já na “segunda geração” o D&D 4E é um caso de aparência mais próxima e estrutura mais divergente, ao passo que o Dragon Age tem menos heranças de aparência e estrutura mais próxima à do D&D 3.5.

O que traz alguma diferenciação ao sistema do Dragon Age é a forma como ele utiliza os dados. Por se tratar de um sistema para iniciantes, dados exóticos são excluídos em detrimento dos d6, cujo acesso (aqui incluo preço) é mais fácil. Na maior parte do tempo, esses dados agem como o “d20 perdido” — em vez de rolar 1d20, você rola 3d6 para obter um número de 3 a 18, soma com seus modificadores, yadda, yadda. A coisa começa a ficar interessante quando o projetista se dá conta de que com 3 dados pode-se fazer mais coisas do que com apenas um. Afinal, por que designar uso apenas para o somatório da jogada quando ela nos dá três números distintos?




Entra o Dragon Die, ou “Dado do Dragão” (“Dado-Dragão?”). Dos 3d6 que você rola para testes, um deles deve ser de cor diferente ou de alguma outra maneira diferenciado dos demais — ele será seu Dado do Dragão. Ele continua participando do somatório para superar a dificuldade, mas seu valor isolado também tem um uso próprio — ele determina o seu grau de sucesso. Quando antes tínhamos apenas um evento aleatório, agora temos dois — uma rolagem alta no d20 possivelmente implica alto grau de sucesso (CD superada com folga); no Dragon Age, não necessariamente — um sucesso “apertado” pode ter uma ótima margem (você rola 1, 1, 6 — mas o 6 é seu Dado do Dragão!), e um “folgado” nem tanto (6, 6, 2 — esse último sendo o Dragon Die).

Geralmente sua margem de sucesso serve apenas para dar “cor”, como em praticamente qualquer RPG tradicional — “Você escalou aquela parede muito bem!”, mas sem efeito mecânico algum. Para a dinâmica de sucesso/falha costumeiramente usada, apenas o sim/não é mecanicamente relevante. Quando falamos do sistema de Stunts, todavia, o benefício se torna mais substancial.

Anunciado como inovador, o sistema de Stunts não é nenhuma novidade. Ele nos dá uma utilidade a mais para os três randomizadores que participam das jogadas — quando você consegue dois números iguais entre seus 3 dados jogados, pode realizar uma stunt (façanha). É muito similar ao método utilizado no One-Roll Engine, ou simplesmente O.R.E., de Greg Stolze. Neste sistema, os jogadores rolam paradas de d10s, e os dados que caem com números repetidos informam o sucesso — o número de resultados iguais determina a Amplitude da rolagem determina a velocidade (ou dano em combate) da ação, ao passo que sua Altura (o número que se repetiu) determina o grau de sucesso (e hit location em combate). Conseguiu quatro 3s e dois 8s? Cabe ao jogador decidir se sua prioridade é Amplitude ou Altura. Daí o one roll do nome do jogo — uma só rolagem informa diversos elementos.

É isto que temos com o sistema de façanhas — a rolagem informa hit/miss (somatório dos 3d6), se ocorre stunt (pelo menos dois dados com número igual) e quão poderoso é o stunt (resultado do Dragon Die). Note que o Dado do Dragão não precisa ser um dos dados de mesmo resultado — cada um dos passos é independente (exceto o primeiro — se o golpe não conecta, não ocorre stunt). O número do Dado do Dragão informa os Stunt Points (ou SP) que o personagem seleciona em uma tabela. Existem efeitos mais ou menos poderosos, que custam, proporcionalmente, mais ou menos SP. Você pode usar seu orçamento em mais de uma stunt, desde que não excedam seu valor de SP — SP não usados são perdidos. Alguns exemplos de stunts:


SP

1+ Skirmish: You can move yourself or the target of your attack 2 yards in any direction for each 1 SP you spend.
1 Rapid Reload: You can immediately reload a missile weapon.

2 Disarm: You knock your enemy’s weapon 1d6 + Strength yards away in a direction you nominate.
2 Mighty Blow: You inflict an extra 1d6 damage on your attack.

3 Lightning Attack: You can make a second attack against the same enemy or a different one within range and sight. You must have a loaded missile weapon to make a ranged attack. If you roll doubles on this attack roll, you do not get any more stunt points.

4 Dual Strike: Your attack is so strong it affects two targets. First, pick a secondary target. He must be adjacent to you if you are using a melee weapon or within 6 yards of your primary target if you are using a missile weapon. Apply the test result of your original attack roll to the secondary target (in other words, you only make one attack roll and apply it to both opponents). If you hit the secondary target, inflict your normal damage on him.




E ganha um doce quem se ligou que isto nada mais é que uma tabela de crítico. É a mesma lógica — role um resultado improvável (como 19 ou 20 num d20) e receba um benefício em troca. Só que, diferente do d20 (1-20), 3d6 não é apenas 1-18, mas três instâncias independentes de 1-6. Em vez de um somatório alto, o evento improvável é o de dois dados caírem com o mesmo resultado, e o Dado do Dragão entra na jogada para possibilitar uma “customização do acerto crítico”. (A jogada atrelada à conjuração de magias também é passível de stunts, que provêm de uma tabela específica de stunts mágicos.) A lista é pequena (apenas 10 stunts diferentes), mas certas classes podem ter acesso a stunts adicionais ou custos menores para algumas façanhas específicas.

De acordo com o projetista (Dragon Age Player’s Guide, pág. 61), o objetivo do sistema de stunts é prover mais variacão aos combates, de modo a evitar a mesmice do “eu ataco”. Podemos notar aqui como o mesmo objetivo pode originar soluções de projeto bastante diferentes. Fugir do “eu ataco” parece ter sido a mesma motivação por trás dos poderes do D&D 4E, mas o tratamento foi diferente — lá as opções são controladas pelo jogador. No Dragon Age, o jogador também faz escolhas táticas, mas apenas quando acerta um “crítico”. O D&D 4E oferece mais opções, mas elas vêm com um grau de dificuldade de manejo do sistema — no Dragon Age, as coisas são mais limitadas, mas também mais simples.

Cabe aqui uma observação curiosa — todas as inovações do Dragon Age se baseiam em prêmios aleatórios. E é justamente nisto que ele mais se assemelha a um “RPG eletrônico”. Mecanismos de recompensa aleatória são importantíssimos… nos MMORPGs. Nesses jogos as recompensas são variáveis para que se continue jogando.

Os moldes de recompensa que vimos em alguns sistemas (faça X para receber Y) não servem bem para um MMORPG — você só faz X quando quiser Y, e é melhor para o sistema de assinatura do jogo que você faça X com a maior freqüência possível, jogando mais e pagando mais mensalidades. Então, é melhor que seja “faça X por Z vezes para ganhar Y”. Mas não é o mais eficaz — se Z for muito grande (como “mate 100 goblins”), haverá um “gás” quando se estiver próximo de atingir Z, seguido de um período de pouca atividade (puxa, são 100 goblins, e estou recém no segundo). Com uma recompensa variável, isso se corrige — toda vez que matar o monstro você tem chances de receber Y, logo, você tem incentivo forte para matar o primeiro. E você facilmente perderá horas matando diversos outros — não foi dessa vez, mas na próxima… É o mesmo princípio utilizado em máquinas caça-níqueis.

(É muito improvável que isto seja feito com o mesmo objetivo no Dragon Age — não acredito na possibilidade de os jogadores desviarem o rumo da aventura por provocar combates sem sentido, apenas pelas chances de realizar stunts.)




Diferentemente de outros jogos mais narrativos, o sistema de recompensa não tem como objetivo orientar o jogo em uma determinada direção. O sistema de stunts recompensa a sorte do jogador, e tem o efeito de adicionar um pouco de complexidade ao combate. Nada que você já não faça (mais e com mais complexidade) em qualquer sistema cujo combate conte com opções de manobras diferenciadas — no Dragon Age, todavia, o fato de esses efeitos/manobras estarem atrelados a um prêmio de “loteria” acaba fazendo com que eles sejam percebidos como “especiais”.

Como um sistema “anabolizado” de acertos críticos, as façanhas fazem um ótimo trabalho. São também uma forma funcional de prover a jogadores iniciantes efeitos diferenciados em combate sem a complexidade que alternativas mais “veteranas” possuem. Mas se sua expectativa está mais voltada para um sistema de façanhas do tipo “monte seu golpe” (como fazem as stunts do Book of Iron Might da Malhavoc Press), o mecanismo homônimo do Dragon Age não satisfará suas necessidades. Como o “sistema inovador” que é anunciado, também deixa a desejar — ainda que seja uma boa idéia expandir o escopo dos acertos críticos, isto não é exatamente novidade — tabelas de crítico existem aos montes por aí. A única novidade aqui é customizar o crítico.

E o uso dos dados, claro. São eles que chamam à atenção neste sistema. Não são exatamente novidade — o “efeito especial” que eles têm no Dragon Age são o normal no One-Roll Engine. Mas têm seu mérito: apresentam a um público maior um mecanismo com que de outra forma não teriam contato — jogadas de vários dados podem ganhar mais aplicações além de “contar sucessos”. Se a idéia pega por aqui, o design de sistemas pode avançar um pouco em novas direções.


SOBRE O AUTOR
É o equivalente masculino de "megera," se é que tal coisa existe. Gosta de sistemas indies e narrativos, cenários obcecados por verossimilhança, bandas de visual kei (kotekote, nada de oshare ou eroguro), fantasia new weird, ficção científica e ciências e artes em geral. É um fervoroso devoto da santíssima trindade: Estética, Rock'n'Roll e Bom Café.

Pessoal achei muito interessante essa matéria, estou ansioso para colocar as mãos nesse jogo! Mas tenho que aguardar alguém da turma comprá-lo primeiro hauhuahuah! Acho que esse é parecido com o sistema de rolagem de dados que o Rotieh postou em outro tópico, bem interessante!
COMENTEM PESSOAL!!!
avatar
Elendil2



Mensagens : 1878

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Rotieh em Ter Nov 16, 2010 2:25 pm

Pessoal achei muito interessante essa matéria, estou ansioso para colocar as mãos nesse jogo! Mas tenho que aguardar alguém da turma comprá-lo primeiro hauhuahuah! Acho que esse é parecido com o sistema de rolagem de dados que o Rotieh postou em outro tópico, bem interessante!

Claro que vou adquirir, não se preocupe =P

Colocaremos as mãos neste material muito em breve, assim que ele chegar às estantes da Jambo.

E o sistema de dados não é só semelhante, é exatamente igual. Vide:

Dados - As cores não serão somente adereços

----------

O lance é que eles utilizaram o sistema de cores de uma forma mil vezes mais interpretativa que os exemplos que citei no tópico.

E não acho que o sistema esteja TÃO d20 no fim das contas... Alguém aqui já jogou o old old Ad&d?

O sistema de crítico não era baseado em tirar 20 ou tirar 1.

Se a TAC0 (tac zero) do inimigo é 9, você acertava o crítico quando tirava 9 no dado!

Se a TAC0 era 14, você tirava um crítico quando o resultado era 14!

Isto era bacana, pois nunca se sabia quando o crítico viria.

Eu citei isto pq adorei o sistema de "crítico randômico", ou seja, o crítico nunca é um número fixo, e sim números iguais.

No mais, adorei o sistema. É uma pena que no box venha o manual apenas até o lvl 5 (na antiga caixa da grow o manual levava até o lvl 3 apenas!).

Quero muito testar o sistema!

Belo tópico, Elendil.
avatar
Rotieh



Mensagens : 4212

Ver perfil do usuário http://dadoslimpos.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Elendil2 em Ter Nov 16, 2010 5:11 pm

O que achei diferente é ter apenas 3 classes básicas (não sei se é isso mesmo...), talvez em suplementos futuros tenha mais classes, mas nem precisa os old school também tinham só 4 ou 5 classes!

Outra coisa interessante é esse sistema doido de stunt e também um monte de atributos diferentes!!!

É esperar para ver...

_________________
avatar
Elendil2



Mensagens : 1878

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Rotieh em Ter Nov 16, 2010 8:20 pm

Geralmente quando o sistema apresenta poucas classes, há uma gama muito grande de possibilidades de tornar seu personagem único em cada classe.

É como o SAGA e o sistema de árvores de atributos.

;)

AD&D escolavéia só possuia 4 classes ;)

Homem de Armas, Ladino, Clérigo e Mago.

the end xD
avatar
Rotieh



Mensagens : 4212

Ver perfil do usuário http://dadoslimpos.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Elendil2 em Qua Nov 17, 2010 4:02 am

Olha só os preços dos livros importados na loja MoonShadows:


Dragon Age Game Master's Kit ____________R$39.99
Dragon Age RPG Set 1___________________R$77.86


Claro que a versão brasileira será em preto e branco e tal, mas espero que essa box seja mais barata que 80 contoné Rotieh... (sargadinho o preço heheh!!!). Mas vamos aguardar!

_________________
avatar
Elendil2



Mensagens : 1878

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Elendil2 em Qua Nov 17, 2010 4:35 am

Falando em preços, vamos comparar com o D&D4e no mesmo site, MoonShadows.com.br:

Kit D&D 4ª Edição Livro do Jogador 1 & 2____________________R$122.90

D&D 4ª Edição Guia do Mestre____________________________R$54.95

D&D 4ª Edição Manual dos Monstros_______________________R$67.95


ou ainda:

Pacotão D&D 4ª Edição (Livro do Jogador 1&2, Guia do Mestre e Manual dos Monstros) ____________________________________________R$229.95



Deve-se levar em conta que essa primeira box do Dragon Age, é como um livro do jogador, mais só tem evolução de personagens até nível 5 (também abservar que ainda não éo preço da versão brasileira, que espero que seja mais barata, mas vamos comparar mesmo assim!)! E o D&D 4 tem o sistema já completo com personagens prontos para atingir até níveis épicos (21 a 30). Para um jogador torrar 120 conto mais 15inzão de frete(para nós do interior) para os livros básicos não é mole não (eu fiz issoo ahhh Choro )!

De qualquer forma, já levando a discussão do tópico para outro rumo... (até daria um outro tópico ou continuidade em um tópico antigo do rotieh, mais tá valendo...) qual será o melhor custo benefício, 70 conto mais ??? (o valor do próximo box para níveis mais autos!) por uma nova proposta de RPG ou 130(+ou-) para um sistema já consagrado!? (puxando um pouco a sardinha para o D&D4e que possuo!!!)
????????????????????????????????

_________________
avatar
Elendil2



Mensagens : 1878

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Sasquatch em Sex Nov 19, 2010 7:56 am

Querido papai Noel... então, né?!

*-*

_________________
avatar
Sasquatch



Mensagens : 471
Localização : Vastos Campos do Norte

Ver perfil do usuário http://twitter.com/ipsiloncampos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Rotieh em Sex Nov 19, 2010 1:41 pm

Moreira:

Acho assim>

Versão importada vendida na MoonShadows:

  • Páginas impressas em material de qualidade (Colché?);
  • Páginas coloridas;
  • 64 páginas em um guia de jogador;
  • 64 páginas em um guia de mestre;
  • Mapa-pôster;
  • 3 dados d6.


CUSTO: R$ 77,86

======================

Versão nacional:

  • 64 páginas em um guia de jogador - sabe-se lá como coube na mesma quantidade de páginas que a versão americana;
  • 64 páginas em um guia de mestre - sabe-se lá aqui também xD;
  • Mapa-pôster;
  • 3 dados d6.


O conteúdo é o mesmo, mas temos que citar os seguintes pontos:

- Impressões da Jambô são em Preto & Branco = Custo inferior;
- Impressões da Jambô geralmente são em papel comum ou de gramatura pouco maior = Custo inferior.

Até o ponto, barateou!

MAAAAAAAAAAAS também não podemos nos esquecer de que:

- Jambô comprou diretos autorais para poder publicar = Custo subiu aqui.
- Jambô pagou tradutores por lauda de textos = Custo subiu aqui.
- Jambô, se não possui diagramadores próprios, contratou diagramador = Custo subiu aqui.

-------------------------------

Por isso acredito que o preço final do Dragon Age da Jambô não vá ser muito menor que a versão americana, e se duvidar, possa custar até um pouco mais caro.

Mas comprarei, isto é certeza.

Somente assim apoiamos o cenário RPGístico nacional, e abrimos palco para tentativas de novas publicações destes títulos.
avatar
Rotieh



Mensagens : 4212

Ver perfil do usuário http://dadoslimpos.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Moriph em Sex Nov 19, 2010 6:06 pm

nossa :/

interessante mesmo

como o sasguash disse, temos que apelar para o Papai Noel \o/

_________________
Ficha Pokémon STG:

Imagem do personagem:

-Nome: Eduardo “Dudu” Schneider
-Estágio/Classe: Treinador Licenciado
-Ambição: Construir um resort cheio de pokémons
-Tipo de pokemon favorito: Fogo e Água
-Pokemons favoritos: Houndoom

-Força: 1
-Habilidade: 2
-Precisão: 1
-Resistência: 2

-Vantagem:  Sorte
-Desvantagem: Fúria
-Perícia: Tratamento

Charmander:
Felicidade 12
Experiência 15

Espirrou Spearow
Felicidade: 10
Experiência: 8

Atualizado ao final da luta contra o Spearow
avatar
Moriph



Mensagens : 1601

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Sasquatch em Sab Nov 20, 2010 12:25 am

é o jeito... nem minha mãe ta me patrocinando mais T-T
ainda mais quando é RPG xDDD

mas falando sobre os livros... me apaixoneeeei por aquele anão na capa
Maravilhado

vou me inspirar nele \o/

_________________
avatar
Sasquatch



Mensagens : 471
Localização : Vastos Campos do Norte

Ver perfil do usuário http://twitter.com/ipsiloncampos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Rotieh em Seg Nov 22, 2010 1:42 pm

Sasquatch escreveu:é o jeito... nem minha mãe ta me patrocinando mais T-T
ainda mais quando é RPG xDDD

mas falando sobre os livros... me apaixoneeeei por aquele anão na capa
Maravilhado

vou me inspirar nele \o/

Quem poderia imaginar??


--------

Por falar no traço, eu adorei mesmo o estilo das ilustrações, SOMENTE este anão da capa que eu acho que não representa bem os anões... ele está muito magrelo.. =X

Parece um anão do filme Narnia xD

O cara tem que ser troncudo xDD

--------

A promoção da Dragon Age acabou. Dois caras ganharam, e eu nem cheguei perto.

=C
avatar
Rotieh



Mensagens : 4212

Ver perfil do usuário http://dadoslimpos.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Sasquatch em Seg Nov 22, 2010 7:54 pm

Não reclama de barriga cheia.
Você ganhou a outra u_ú

_________________
avatar
Sasquatch



Mensagens : 471
Localização : Vastos Campos do Norte

Ver perfil do usuário http://twitter.com/ipsiloncampos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Dragon Age] Os dados de Dragon Age RPG

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum