A cidade de Alenmar

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: A cidade de Alenmar

Mensagem por Mcdowell em Dom Jan 29, 2012 8:10 am

Desculpe, filho, mas acho que não temos lugares para pessoas como você no nosso navio. Isso não é um passeio, e sim uma missão, onde enfrentaremos riscos reais. É melhor você voltar para a sua igreja

Aquelas palavras bastaram para que o jovem clérigo voltasse a realidade e levantasse daquela cadeira para uma conversa mais longa do que imaginara com o ressacado capitão.

- Eu entendo que você não veja tudo com clareza. Não cruzamos o caminho um do outro por acaso. O Criador o escolheu para a ajudar no seu Julgamento. Para que você leve a sua Espada para aquelas terras condenadas. - a feição suave e pacifica de Baltazar mudou para uma dura e determinada feição, com um olhar perfurante deitando sobre o capitão - E o julgamento Dele não pode ser contestado ou impedido. Não há sombra que se esconda ou herege que hesite quando uma missão é dada ao guerreiro Dele. O senhor que impedir a vontade Dele, Capitão?
avatar
Mcdowell



Mensagens : 584

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A cidade de Alenmar

Mensagem por Braga em Ter Jan 31, 2012 8:38 pm

Após a saída do irritante Elfo, Edward se despede educadamente de seu novo chefe (apesar de não gostar nem um pouco de ser omisso a ninguém). Tendo percebido a estranha saída do anão que após sua saída foi seguido pelo Elfo, O general estranha a atitude dos dois então dirigisse até a porta do estabelecimento para verificar se ainda enxerga algum rastro dos dois.
Não tendo percebido a presença de nenhum dos dois irritantes futuros colegas, Edward retorna a taverna para ajudar a limpar a bagunça da noite, pois não conseguiria dormir tendo na cabeça o que viria pela frente em sua viagem do dia seguinte...

Off: Post rápido para dar continuação a mesa e parar de atrapalhar os outros jogadores com a demora, na verdade estou no trabalho e meu tempo é escasso.

_________________
Edward:
avatar
Braga



- Torneio de Justa
Mensagens : 188
Localização : Santa Cruz do Sul - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A cidade de Alenmar

Mensagem por Razar em Sab Fev 04, 2012 7:42 am

Anciã escreveu:JÁ VAI!

Tinha alguém em casa. Delvar esperou um pouco mais ali fora, imaginando como seria a anciã. Imaginou um senhora baixa, corcunda, roupas simples. Como geralmente os velhos humanos eram, porém o que viu era totalmente diferente. Não era corcunda, não tinha roupas simples, muito pelo contrário, havia tanto roupa que o anão ponderou a possibilidade da roupa da anciã proteger mais do que sua armadura.

O que veio após foi a parte mais estranha.
Anciã escreveu:- Por favor, entre! Eles me avisaram que você viria, mas não sabia que ia ser tão rápido assim... Ahh, se eu soubesse.. Teria pelo menos feito um pouco de chá!


"Avisaram? Quem?"
Sua mão precipitou até o cabo de seu machado. Olhou para todos os lados discretamente, deveria ter alguém por ali. Pensou ter visto alguém perto da esquina, focou um pouco mais os olhos e não viu nada. Tudo quieto. Ninguém por ali.

A situação era desconfortante, como saberiam que o anão iria para ali. Não havia falado com ninguém sobre suas intenções.
"Será que esse mulher tem poderes mesmo?"

Isso explicaria muita coisa. De qualquer forma, ele teria de entrar. Tinha muito o que perguntar. A anciã ainda segurava a porta completamente aberta, com um leve sorriso no rosto.
-Perdoe-me se lhe acordei. Se preferir, posso voltar outra hora.
-Não é necessário, eu já estava acordada. Sabia que você poderia vir a qualquer hora.

Delvar relaxou sua mão, coçou a barba, apontou para o cachimbo como se pergunta-se se poderia continuar com seu ritual matinal, como a anciã não pareceu se importar Delvar adentrou na residência.

-Permite perguntar como sabia que eu viria e o seu nome, já que provavelmente sabe o meu?

_________________

Spoiler:

RIP - Delvar Punhodiferro
avatar
Razar



Mensagens : 1501
Localização : CG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A cidade de Alenmar

Mensagem por Maka Albarn em Seg Fev 06, 2012 5:58 pm

Taverna Bardo Manco
Espantalho
O Capitão, já com sono e mal-humorado, olha para o halfling a sua frente, que tentava desesperadamente entrar para a sua tripulação. Ficou se perguntando o porquê daquilo, até que o pequeno mostrou algo que nunca havia visto um halfling fazer: Magia.
Claro, já ouvira falar dos grandes halflings magos, mas ver um assim, tão perto e com tanta vontade de entrar para a sua tripulação? Era uma oportunidade única.
- Hmm.. Suas qualificações são muito interessantes. Tudo bem... Você me convenceu. Esteja amanhã no porto, logo depois do almoço. Agora, se me da licença, eu vou descansar, que amanhã o dia será longo.

McDowell
O capitão olhava para Baltazar, quase rindo. O fervor daquele homem era quase palpável. Pensou em quantos malucos iriam entrar para a sua tripulação, e riu. Com um olhar de desdém, cortando a conversa fora, o capitão preferiu ser direto.
- Ta, ta, ta... Faz de conta que eu entendi isso. Só me responda uma coisa: No que você me seria útil nessa expedição? - LeChuck cruzou os braços e se apoiou no portal da porta, esperando uma boa resposta.

Braga
Carl Perna-de-pau lhe da mais alguns serviços, coisas com as quais você já estava acostumado (chutar bebuns, recolher cacos de vidro, lavar alguns copos...), e depois lhe paga pelos seus serviços e se despede, com algumas boas palavras. (Acrescente mais 5PO ao seu inventário pelos serviços realizados)


Casa da Mestre Anciã

Mauth
Você segue o anão pelas ruas tortas da cidade, ora fingindo avaliar alguma coisa, ora se esgueirando pelas ruas. Teve sorte, pois estava tudo muito movimentado, com o comércio a mil. Delvar não percebe a sua presença, pois estava muito preocupado com seu cachimbo e suas idéias.
O Anão para em frente a uma casa, que você logo reconhece como sendo a da velha anciã, e bate na porta. Alguns minutos depois, uma mulher o atende, e depois de uma conversa rápida, ele entra na casa.
E agora? O que fazer?

Razar
Assim que você passa pelo batente da porta e vê a casa pelo lado de dentro, fica perdido. Aquela sala estava mais pra uma biblioteca no meio de um furacão, do que uma sala de tomar chá. Havia livros sobre todas as coisas, e pergaminhos por todos os lugares. Ela passava por um caminho estreito, como uma trilha pela floresta de livros, abaixada, recolhendo algumas folhas que voavam com o vento. O ar estava carregado, como se ela mesma passasse horas sem sair dali. Com um sorriso, ela apontou para uma poltrona, aparentemente vazia, na frente de uma mesa, com um bule de chá.
Delvar escreveu:-Permite perguntar como sabia que eu viria e o seu nome, já que provavelmente sabe o meu?
- Os Grandes e as Cartas! As cartas me disseram que você viria! Disseram-me também que você iria querer arrancar meu segredo! Mas eu não vou deixar! Ahh, não vou! Já disse que não! Não insista! - Disse, enquanto se sentava na poltrona e jogava umas pedras coloridas em cima de um tabuleiro com desenhos estranhos. Indicou uma cadeira de madeira que estava do outro lado da pequena mesa.
- Meu nome é Joanna Green. Sente-se, por favor. - Disse, com mais um sorriso meigo.

_________________
Katy:
-Nome: Katerine
-Estágio/Classe: Novato
-Ambição: Ser uma grande mestre pokemon
-Tipo de pokemon favorito: Lutador
-Pokemons favoritos: Hitmontop ; Machamp ; Primeape

-Força: 1
-Habilidade: 1
-Precisão: 1
-Resistência: 1
-Vantagens: Riqueza (2) ; Empenhada (2)
-Desvantagens: Antipatia (inseto) (-1) ; Trauma (pokemons fantasmas) (-2) ; Visão deficiente/óculos (-1)
-Perícias: Treinamento (2)


Chikorita linda: 15exp/19hpy
Venonat: 10exp/13hpy



Yohali:
avatar
Maka Albarn



Mensagens : 1140
Localização : Aquidauana

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A cidade de Alenmar

Mensagem por ScareCrow em Seg Fev 13, 2012 4:31 pm

Saladin volta ao seu quarto, agora estranhamente leve por ter conseguido entrar para a tripulação, mas ao mesmo tempo fica se perguntando o porquê daquele súbito desejo de entrar para uma tripulação de piratas, que por sinal não lhe traria nenhum beneficio, mas Saladin sabia que era alguma coisa muito importante, pois só de ter ouvido o nome da ilha havia ficado extremamente interessado em participar da missão.
Depois de muito remoer sobre o assunto Saladin acaba dormindo por si só esperando o amanha para embarcar no barco e rumar à ilha.
avatar
ScareCrow



Mensagens : 73
Localização : Vila Velha - ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A cidade de Alenmar

Mensagem por Braga em Sab Abr 14, 2012 12:02 am

A despedida foi dura, porém com a possíbilidade de sair daquela cidade imunda e voltar a ter uma vida normal e prazerosa deixava Edward radiante, apesar de saber que teria mais uma missão pela frente, realmente torcia para que fosse rápida, mas a vontade de voltar para sua terra e para a caverna onde passou a maior parte de sua infância, o motivava a lutar ainda mais por sua felicidade.
Ao amanhecer do sol, Edward colaca seu capuz para esconder-se dos guardas que rodiavam a cidade, resolve passar direto por dentro do centra da cidade, mesmo sabendo que o comércio era um lugar extremamente arriscado, resolve procurar pela moça da biblioteca, não conseguira tirá-la de sua cabeça dez de a última vez que a vira. Ainda tinha a esperança de encontrá-la e fazer um último pedido...


(Voltando a ativa, aos poucos, mas de volta. Vamos por essa mesa pra funcionar, Makita,m estou com saudades de seus xingões pelos meu erros (rs) quem é o proximo a postar?)

_________________
Edward:
avatar
Braga



- Torneio de Justa
Mensagens : 188
Localização : Santa Cruz do Sul - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A cidade de Alenmar

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum