Ditadura - Catalão!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ditadura - Catalão!

Mensagem por Rotieh em Seg Set 24, 2012 2:39 am



Infelizmente é isto mesmo.

Bem, eu não pude acompanhar o caso com mais informação, então posto por cá (território mais confiável que facebook) para discussão.

Já vi muita coisa quando trabalhava em um certo jornal em Aquidauana, mas nunca chegou a meu conhecimento algo tamanho e tão explícito.

Faz parecer ser mentira.

Acompanhe:

Spoiler:
Pensei e depois de manifestações de carinhos nas redes sociais vou contar tudo o que ocorreu ontem no campus da UFG em Catalão.


Quando fui ao Campus da UFG de Catalão para doar exemplares do livro Operação Ouro Negro – a história do roubo de R$ 10 milhões na prefeitura de Catalão no mandato de Adib Elias, vários estudantes e professores me abordaram para autografar os livros. Conversávamos sobr
e o momento histórico que o país vive, eles queriam saber minha opinião sobre o processo de limpeza na política, como cada um de nós pode agir para arrancar os corruptos do poder. Neste momento chegou o juiz André Luiz Novais Miguel acompanhado de duas viaturas e quase dez homens armados da polícia. A ação foi assustadora, os livros já autografados foram arrancados das mãos dos estudantes. Os outros que doei a biblioteca da UFG foram presos. Quis saber qual o meu crime? O juiz se limitou a fazer sinal com o dedo para que eu ficasse quieto, caso contrario sairia algemado dali.
Vi o temor nos olhos daqueles estudantes, algumas moças comiam as unhas; temor parecido com aquele que minha geração estudou nos livros de história sobre a ditadura militar. Creio que eles se assustaram por causa das armas. O ato do senhor juiz feriu a liberdade de pensar e debater, logo dentro de uma universidade publica. Minha primeira atitude foi remexer os 38 livros que eles prenderam para ver os nomes das pessoas que foram prejudicadas, pois o livro foi brutalmente tirado de suas mãos. O senhor juiz ordenou que eu ficasse quieto e balbuciou que sou muito atrevidinho. Atrevidinho? Então escrever um livro que denuncia a corrupção é atrevimento? Um rapaz se aproximou e perguntou: “De que lado este juiz está?” Limitei a dizer que não consigo crer que nossos magistrados se permitam transmutar em moeda de barganha nos bolsos de corruptos. E é verdade. Não consigo. Estamos acompanhando o momento histórico com o caso do mensalão.
O juiz não gostou da conversa e ordenou: “o escritor vai junto com os livros.” Novamente questionei: “preciso saber a razão disso tudo. O livro está proscrito por quê?” Fiquei contente ao ver que não estava só, vozes de protestos dos estudantes ecoavam na biblioteca: “Ditadura! Censura! Mordaça!” De minha parte respondi ao meritíssimo: “só vou a delegacia acompanhado de meu advogado”. Ele retrucou: “você vai agora, e se desobedecer lhe prendo por desacato a autoridade”. Quando chegamos ao estacionamento da UFG meu advogado, Geordano Paraguasú, já nos esperava. A imprensa logo chegou. O juiz, perdido, não conseguia explicar o porquê da invasão ao campus da UFG e com policiais fortemente armados, não sabia explicar por que prendeu e censurou o livro, por que arrancou os livros das mãos das pessoas. O repórter esticou o microfone e disparou: “o que aconteceu Cristiano?” O juiz chegou ao meu lado e não gostou quando respondi: “os meus livros foram presos, o senhor juiz quer que eu o acompanhe até a delegacia, disse que só iria acompanhado de meu advogado, ele disse que se não o acompanhasse daria voz de prisão". O juiz ficou furioso e começou a gritar na frente da câmera dizendo que era mentira minha. Nisso alguém falou: “é verdade, a moça ali gravou tudo com o celular”. Ele exigiu que eu mostrasse a gravação e eu disse que não, não sou obrigado a entregar a prova de minha inocência para o senhor destruir”. Ele estava louco de raiva. Gritou: “todo mundo para a delegacia”.
Ao sair me despedi do professor de Geografia, Laurindo, apertei sua mão e falei: “professor, o senhor acaba de entrar para a história. Esta é uma raríssima demonstração de abuso de poder, os militares invadiram o campus de uma universidade por causa de um livro”. Gritos e aplausos dos estudantes, decididos a lutar pela democracia e liberdade de imprensa demonstraram ao juiz que ele cometer a um grave erro. Mas o senhor André não vacilou.
Chegamos a delegacia, havia um traficante prestando depoimento. Na porta um caminhão baú do IML, pessoas assassinadas, o criminoso detido. Cada um com um crime nas costas. O meu crime: escritor, jornalismo investigativo. A essa altura carros com adesivos do senhor Adib Elias passavam na porta da delegacia soltando foguetes. A imprensa chegou e o juiz mandou prender todos os equipamentos: câmeras de filmagens e fotografias. Seu auxiliar começou a mexer na câmera de filmagem para apagar as cenas feitas na UFG. Um cordão de polícias barrava os cinegrafistas lá fora, preocupados com seus equipamentos. Azar do juiz. A essa altura os cartões com as imagens da UFG estavam em segurança rumo a Goiânia.
Depois de duas horas o juiz mandou lavrar uma ata contra minha pessoa por desacato a autoridade. Mandou prender os livros e me chamou lá no fundo da delegacia. Estavam presentes o delegado de plantão, meu advogado e eu. O juiz me olhou e começou: “prendi o livro por que as escutas foram colocadas como não válidas, você sabia que é proibido escrever matérias em jornais, TV ou rádio e ainda mais um livro com provas não validas?” Minha resposta: “meritíssimo, a denuncia é do Ministério Público, sou apenas jornalista.” Me retratei pelos ânimos exaltados e ele continuou: “ em off, todos nós sabemos que eles roubaram lá na prefeitura, coisa e tal, mas pra quê ficar lembrando, ainda por cima com essas escutas que perderam o valor e em época de campanha. E se isso prejudicar o candidato Adib Elias?” Tentei raciocinar: “É e cada grampo é mais violento que o outro. É um absurdo prevalecer uma brecha na lei, é um absurdo tentar preservar um corrupto, né senhor juiz”. Ele, por sua vez, não gostou e continuou: “olha aqui, o melhor é você ir embora agora, vou providenciar uma escolta para você até Goiânia”. Na hora retruquei: “negativo, tenho o direito como cidadão de ir e vir. Não admito ser expulso com escolta me levando para os limites de Catalão”. Ele falou: “Você sabia que está correndo risco de vida? Mataram o Celso Daniel por menos”. Comuniquei ao senhor juiz que sou jornalista e tenho liberdade de imprensa e não sou pautado pelo coldre do revolver de coronéis. Imediatamente ele abrandou e começou a querer se preocupar com minha segurança e garantir escolta de PMS sem fardas. Não, mil vezes não. Prefiro correr o risco.
Ao deixar a delegacia o juiz pensou e disse: eu sei que você vai usar as gravações contra mim. Seria melhor se tivesse apagado elas e entrado num acordo. Já apagamos muitas imagens de denuncias de cestas básicas com os seus colegas jornalistas. Para manter a paz as vezes é melhor não divulgar o que as pessoas não precisam saber”, saiu e entrou no carro.
Hora de prestar meu depoimento: comecei a narrar o fato. No final o escrivão cunhou: “bem, aí vou escrever que você se arrependeu por ter desacatado o juiz, ok? Fui franco: “Não. Não falei isso e não admito que coloquem palavras na minha boca. Vou comparecer no dia 31 de outubro a Catalão, data da audiência e do meu aniversário, para defender com provas que não houve desacato. Vou pedir indenização por danos morais, e por censura. O senhor não tem a minha autorização para escrever que estou arrependido e que me acovardei. Ele me olhou assustado e me liberou.
Ao sair da delegacia vi uma multidão de curiosos que estava presente devido a movimentação de tantas viaturas, de tanta polícia, imprensa coisa e tal, como se ali estivesse o próprio Al Capone, ou o corrupto que deveria ser preso. Fui aplaudido por todos e me emocionei. As pessoas sabem que é tudo verdade.

Postado por Cristiano Silva no Facebook.
Via Mcdowell.

Todas as escutas e o livro completo podem ser encontrados no link:
http://ouronegro.blog.br/

Baixem e guardem. Talvez precisaremos de cópias. ;)

Manifestem-se.

Ainda meio aturdido por cá.
avatar
Rotieh



Mensagens : 4212

Ver perfil do usuário http://dadoslimpos.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ditadura - Catalão!

Mensagem por Dark em Seg Set 24, 2012 2:50 am

Pois é, né?

Também li no perfil do Mc. Assustar como as coisas continuam. Abuso de poder? Que naaaaaaaada.

Tem muita gente falando um monte de besteira por aí e nada acontece. Quando uma pessoa honesta faz um trabalho mostrando a realidade, acontece isso. Autoritarismo e abuso de poder como se estivéssemos em algum estado de exceção ou plena ditadura.

É... a liberdade aqui sempre estará entre aspas enquanto mantivermos uma estrutura daquela época.

_________________
Ficha Pokémon:
[center]

EXP/HPY
Charmeleon: 30/35
Pidgeotto: 33/20
Growlithe: 32/22
Haunter: 29/20


Primeira insígnia conquistada!

-Nome: Oliver Warwick

-Força: 1
-Habilidade: 2
-Precisão: 1
-Resistência: 1
-Vantagens: Bom senso (+1)
-Desvantagens: Fúria (-1)
Vaidade (-1)
-Perícias: Doma (+2)
-Pokédinheiro: 1.820

- Pokémon: EXP/HPY
-Squirtle:21/41
-Abra:08/26
-Aipom:07/16
avatar
Dark



Mensagens : 2738

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ditadura - Catalão!

Mensagem por jackads em Seg Set 24, 2012 3:03 am

Espero ver o Juiz na cadeia ou perdendo o cargo e o direito a aposentadoria.

_________________
Exemplo de Ficha Storyteller:

Nome: John McCain, Idade: 26, Conceito: Advogado Frustrado - Justiça/Orgulho

Atributos
Inteligência 2, Raciocínio 3, Perseverança 2
Força 1, Destreza 2, Vigor 3
Presença 3, Manipulação 3, Autocontrole 2

Habilidades
Mentais: erudição 4, informática 2, investigação 3, política 2
Físicas: briga 1, condução 2, esportes 1
Sociais: expressão 3, intimidaçao 1, manha 1, persuassão 1, socialização 1

Outras Características
Vitalidade 8, Força de Vontade 4
Moralidade 7, Tamanho 5
Deslocamento 8, Iniciativa 4, Defesa 2

Armas
Nenhuma

Equipamentos
Relógio de pulso, maleta de documentos, roupa social, carteira de advogado, carteira de motorista, chaves do apartamento, smartphone
avatar
jackads



Mensagens : 463
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ditadura - Catalão!

Mensagem por Elendil2 em Seg Set 24, 2012 4:47 am

Nossa, por essas não esperava, mas deve ser mais comum nesse país do que imaginamos, com certeza!!!

Belo post,valeu pela informação, pois praticamente não utilizo facebook!!!

_________________
avatar
Elendil2



Mensagens : 1878

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ditadura - Catalão!

Mensagem por Lestath em Seg Set 24, 2012 10:35 pm

jackads escreveu:Espero ver o Juiz na cadeia ou perdendo o cargo e o direito a aposentadoria.

Infelizmente sabemos que isto não vai acontecer!

Olha, o foda é que nenhuma emissora de TV cobriu o caso.

No jornal não passa nada de útil, a ditadura já começou pela restrição do acesso à informação!

Alas!

_________________
avatar
Lestath



Mensagens : 898
Localização : Madruguinha!

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ditadura - Catalão!

Mensagem por Hagane no Taishou em Dom Set 30, 2012 8:45 pm

Esse tipo de cena é comum em vários lugares, mas fico feliz por algo.
Esse pessoal ainda não entendeu o poder da midia digital, como um todo, o fato de divulgar qq coisa por meios como o youtube e a própria internet.

por isso alguns estão tentando controlar o trafego de informações e tudo mais.

Belo Post Mr Rotieh

_________________


"STAY HUNGRY STAY FOOLISH"
avatar
Hagane no Taishou



Mensagens : 32
Localização : Hell de Janeiro

Ver perfil do usuário http://www.mcgchaves.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ditadura - Catalão!

Mensagem por Anji em Seg Out 01, 2012 5:16 am

Como assim!!!???

Aqui em Goiânia eu não fiquei sabendo disso não, falei com alguns amigos ninguém estava sabendo também.

Que absurdo!!

_________________
avatar
Anji







Mensagens : 507

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ditadura - Catalão!

Mensagem por Dark Duck em Qui Out 04, 2012 6:07 pm

Isso ai é tudo o controle da imprensa, eu também não sabio do fato, e só para comprovar que os politicos ainda continuam fazendo o que quer no nosso país, e o povo sempre esquece o que eles fazem ou se vende por uma cesta basica, ou um cargo na prefeitura.
Eu tomo como exemplo aqui, minha querida cidade, o atual prefeito foi caçado ontem e esta inelegivel, mais recorreu, e tem pessoas aqui que ainda irão votar nele, e na minha opinião ele vai vencer, tudo por causa de um cargo, ou porque tem um emprego.

Mais isso poderia ter mudado caso nas escolas tive-se uma materia chamada politica, onde todos poderiamos aprender sobre ela e ter uma melhor comprenção dos fatos, mais isso eu axo que nunca vai acontercer, porque o que eles gostam e de pessoas burras e que acham que todo politico e ladrão e por isso tanto faz.

_________________
Spoiler:
Nome: Will
-Estágio/Classe: Novato
-Ambição: Perder o medo de andar de bicicleta
-Tipo de pokemon favorito: Água
-Pokemons favoritos: Psyduck, Alakazam, Pikachu

-Força: 0
-Habilidade: 2
-Precisão: 2
-Resistência: 1

-Vantagens:
>Incentivo (1 ponto)
>Carisma (1 Ponto)

-Desvantagens:
>Alergia (-1 Ponto): Pokemons do tipo Venenoso
>Trauma (-2 pontos): Trauma de andar de bicicleta.

-Perícias:
>Treinamento (2 pontos)

Ficha Star Wars
Spoiler:



Droids Mortos: 5
Croconaw - 31/19  Geodude - 12/20  Pineco - 12/21  Vulpix - ?/?+1
avatar
Dark Duck



Mensagens : 573
Localização : Aquidauana

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ditadura - Catalão!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum