[NINTENDO] A MITOLOGIA DO UNIVERSO POKEMON - parte 1 e 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[NINTENDO] A MITOLOGIA DO UNIVERSO POKEMON - parte 1 e 2

Mensagem por Elendil2 em Seg Jan 21, 2013 4:41 am

Sempre discutimos sobre como funciona o mundo pokemon, mas nunca reparamos ou não paramos para pensar sobre o que há por trás das histórias dos poké, como inspirações religiosas e tolkenianas, xD!!! E como estamos (outros estão) construindo um sistema de RPG baseado nesse universo, achei interessantíssima e útil a matéria que o site nintendoblast publicou recentemente. Uma análise da mitologia por trás das tramas dos jogos da série, muito bacana: acompanhem!!!

Com a nova geração anunciada e dois novos guardiões revelados, Xerneas e Yveltal, é natural que surjam dúvidas sobre qual será o papel deles dentro do grupo de Pokémon lendários e guardiões que já temos. Ainda mais para aqueles que não entendem perfeitamente como funciona a mitologia dos nossos amados monstrinhos de bolso. Na primeira parte dessa matéria, que será dividida em três partes, vamos nos situar no contexto de mitologia e então entender um pouco mais sobre o Pokémon criador do universo, Arceus. Peguem seus Pokémon e vamos juntos embarcar nessa jornada para descobrir os mistérios das lendas Pokémon.


Pokémon Blast: Mitologia Pokémon, Parte 1 - Arceus e a criação do Universo

Equilíbrio

A religião é um código de valores morais, culturais e de crenças que, tal como a própria origem da palavra (latim: religare), tem o propósito de "religar" os humanos a Deus. Um deus é basicamente um ser superior com capacidade além da compreensão humana, mas outras características variam entre culturas. Tanto em religiões monoteístas (único deus) como politeístas (diversos deuses), trindades estão presentes. Os Celtas consideravam o número três sagrado. Em razão disso podemos encontrar diversas descrições "triplas" em seu sistema religioso, onde podemos usar como melhor exemplo as três deusas com três símbolos distintos. O conceito de existirem três deusas com algum traço diferente pode parecer confuso para alguns de vocês, mas não para aquele Hylian que costuma correr atrás de uma certa princesa que tem o péssimo hábito de ser raptada quase que semanalmente.


A dualidade apresenta oposição. Tudo possui seu oposto: bom e mau, alto e baixo, dentro e fora, quente e frio etc. Muitos atributos possuem seu oposto, essa é a dualidade. Já a trindade apresenta um equilíbrio. Em um exemplo prático, você pode apoiar uma folha de papel em três dedos em posição de pontas de triangulo, mas não consegue fazer isso efetivamente com dois dedos. O mesmo vale para um tripé de uma câmera que não funcionaria com duas pernas. Temos trindades como o trimúrti do hinduísmo ou até Zeus, Hades e Poseidon, mas em uma linha mais próxima temos aquilo que chamamos por aqui de "Santa Trindade" no cristianismo que em seu conceito já apresenta uma ideia de equilíbrio.

Apesar de tudo isto parecer fora de contexto, é importante para entender melhor a estrutura do sistema dessas lendas em Pokémon. O conceito de trindade e dualidade (tal como sua importância) estão ali, em nossos amados monstrinhos de bolso. Da mesma forma, trindade apresenta equilíbrio (Articuno, Zapdos, Moltres, por exemplo) e dualidade apresenta oposição (Cresselia e Darkrai, por exemplo).

O início

"Alpha" é a primeira letra do alfabeto grego clássico. E a segunda sendo "beta", já podemos entender melhor a palavra "alfabeto". Com a última letra sendo "omega", alpha frequentemente representa "o início" e omega "o fim". No cristianismo, Cristo é conhecido como "o alpha e o omega" (o início e o fim) com base em alguns escritos antigos. Isso firma o cristianismo como uma religião monoteísta, pois Cristo é "tudo" e a trindade, ainda é "uma". Já no hinduísmo, o trimúrti funciona diferente: Brahma é conhecido como "o criador", enquanto Vishnu é conhecido como "o preservador" e Shiva como "o destruidor". Nesse exemplo podemos conectá-los a início, meio e fim ou passado, presente e futuro.


Arceus é categorizado como "o Pokémon alpha". Assim sendo, ele é o início, o criador, o começo, o passado dos Pokémon. Nesse contexto, podemos esperar que a mitologia dos Pokémon esteja seguindo pelo conceito hinduísta da criação e não da crença cristã. Logo, se existe um criador, devemos conhecer um preservador e um destruidor, ou melhor descrito, seu omega.

De acordo com a lenda, Arceus surgiu de um ovo em meio ao "nada". Entenda-se "nada" por vazio, uma situação pré-existencial, onde nem mesmo o universo existia ainda. Assim sendo, Arceus deu forma ao que hoje é o mundo Pokémon, o universo e outras formas de vida. Com 3,2m de altura e pesando 320kg, muito sobre Arceus ainda é desconhecido. Ele possui uma habilidade curiosa, que permite que ele mude seu tipo de acordo com um certo item equipado a ele. E, diferente de muitos Pokémon, seu nome continua o mesmo em diversos idiomas e o descreve muito bem, sendo "eus" visto em nomes já conhecidos por nós como Deus e Zeus e "arc" que é explicado em sua própria aparência. Mas em outra ocasião podemos falar mais sobre o sentido religioso de "arc" que conota origem, início.

Temos que pegar!

Por mais absurdo que possa parecer, nós podemos capturar o criador do universo e não há apenas uma maneira de obtê-lo. Nas versões Diamond, Pearl e Platinum, por meio de um item especial, Azure Flute, podemos ter acesso ao "Hall of Origin" (que nome apropriado, não?) o qual nos dá acesso pelo "Spear Pillar", mesmo local onde capturamos Dialga e Palkia. Em eventos, há ocasionais distribuições desse Pokémon também, principalmente para nossos amigos da terra do sol nascente. A primeira ocasião foi em seu filme "Arceus and the Jewel of Life" (12º filme da franquia) em que ele foi distribuído com golpes exclusivos. Por meio deste, é possível participar de um interessante evento nas versões HeartGold e SoulSilver.

[youtube][/youtube]


Pokémon Blast: Mitologia Pokémon, Parte 2 - Mew e a origem dos Pokémon


Como vimos, a origem do "tudo" é Arceus. Ele é aquele que deu forma ao universo dos monstrinhos de bolso e tudo que existe dentro dele. Entretanto, Arceus não é o responsável direto pela grande maioria dos Pokémon que conhecemos hoje em dia e que podemos encontrar no início de nossa jornada. E é sobre esse responsável, Mew, que falaremos hoje, além de dois outros Pokémon recheados de mistérios: Jirachi e Unown. Mesmo que não esteja categorizado como um Pokémon lendário, muitos já podiam imaginar que os Unown teriam alguma relação com a mitologia dos monstrinhos. E agora, convido vocês para descobrirmos juntos as relações desses Pokémon com Arceus.

Código biológico

Saindo um pouco de religião e vindo para ciência, vamos falar sobre DNA. Se você é um expert, um dos melhores alunos da classe, pode pular essa parte. Mas se você não prestou atenção direito nessa parte das aulas de ciência, é melhor investir algum tempo aqui. Basicamente, DNA é uma abreviação de "deoxyribonucleic acid" (ácido desoxirribonucleico) e contêm instruções genéticas que são responsáveis por traços e características de seres vivos. De certo que um ser vivo pode "evoluir" com o passar de eras justamente para se adaptar às novas necessidades. Aqueles insetos que conseguem se camuflar melhor, sobrevivem e passam suas características para frente. Aqueles animais que podem correr mais rápido por terem pernas melhores, sobrevivem e passam isso adiante.


Muitos animais mudam completamente ao ponto de "se tornarem outros" completamente diferentes de seus antepassados, devido à diversa quantidade de modificações em seu processo evolutivo. Essa linha de raciocínio não é muito complexa, certo? Claro, há uma explicação muito mais profunda e elaborada sobre DNA e cadeia evolutiva, mas essa não é uma aula de ciências. Tendo uma noção sobre trindade e DNA, estamos prontos para abordar o tema de hoje.

Força-tarefa interdimensional

Vamos começar pelos Unown. Catalogado na National Dex como número 201, altura de 0.5m, pesando 5kg. Discretamente, esse foi o primeiro Pokémon a ter "formas alternativas". Suas 28 derivações lembram o antigo símbolo de proteção egípcio, "Eye of Horus". Os Unown se comunicam por ondas eletromagnéticas, como sinais de rádios (e que podem ser ouvidas pela PokéGear). O seu som reproduzido tem a mesma base da melodia da "Azure Flute" (falamos dela semana passada, não?) e isso não é coincidência.


No mundo Pokémon, estamos cientes de que diversos alfabetos usados pela humanidade em diversas épocas diferentes tiveram os Unown como inspiração. É evidente que eles estão conosco desde o início. Há uma outra dimensão (da qual falaremos mais no tópico sobre Giratina) pela qual os Unown podem intercalar com nossa dimensão atual. Isso pode ser visto não apenas no terceiro filme da franquia ("O Imperador da Torre de Cristal", no Brasil) como em diversas ocasiões em que eles têm alguma participação. Como a origem de seu nome sugere (unknown), muito sobre esse mostrinho ainda é desconhecido, além de estarmos cientes que ele tem um papel essencial na regerência dos guardiões que cuidam das criações de Arceus.

Mensageiro interdimensional

Sendo menor que Unown (0.3m) e tendo na Hoenn Dex o mesmo número que ele na National Dex, Jirachi é o Pokémon mais leve do tipo metal, pesando apenas 1.1kg. Dentre tantas religiões e culturas, ocidentais ou orientais, o conceito de "fé" está presente. E para que um deus exista, deve haver fé. Com esse propósito, Arceus criou Jirachi, sendo o Pokémon responsável por alimentar o coração da humanidade com esperança. Jirachi costuma dormir por mil anos e ficar acordado por um período de aproximadamente sete dias, por fim retornando a hibernar. O terceiro olho em sua barriga é responsável por adquirir energia para mantê-lo vivo enquanto dorme por tanto tempo. Ao acordar, Jirachi pode realizar um desejo que esteja escrito em suas "fitinhas" no topo da cabeça. Jirachi pode ser acordado por uma canção de puro coração e realizar o desejo de quem o acordou. Apesar da lenda, relatos de treinadores que tenham encontrado Jirachi durante seu profundo sono são desconhecidos (o loser de Pallet não conta), logo, acredita-se que ele se resguarde na outra dimensão, até mesmo pela maneira que surge cruzando o céu a cada mil anos.


Jirachi é um dos poucos Pokémon que tem um golpe exclusivo: Doom Desire. Nada mais apropriado para um Pokémon que realiza desejos, não? Esse golpe recebeu um upgrade na quinta geração e está entre os mais poderosos do game. Então, não confiem apenas em sua aparência angelical. Jirachi foi um dos primeiros Pokémon a ser distribuídos via Wi-Fi, mesmo os ocidentais podendo tê-lo obtido por meio do disco bônus americano de Pokémon Colosseum anteriormente.

O Grande Antecessor

Apesar de ser o último Pokémon catalogado na Kanto Dex, "Mew" foi o primeiro nome registrado pela Game Freak para os monstrinhos de bolso, em 31 de Março de 1994, quase quatro anos antes do nome "Pocket Monsters" ser registrado, em 26 de Dezembro de 1997. Um fato curioso é que para ler a tão esperada "Congrats! This diploma certifies that you have completed your Pokédex" dos desenvolvedores do game nas primeiras versões, não é necessário ter Mew em sua coleção. Apesar da recente (ou nem tão recente assim) descoberta de como capturá-lo nas versões antigas, o máximo que temos é um reconhecimento de Professor Oak por ter obtido o Pokémon, mas nenhum item especial ou uma "segunda Master Ball" como mitos diziam pouco mais de 10 anos atrás. Podemos chamá-lo de um "Pokémon secreto", como aquele personagem secreto do game de luta, que você precisava fazer algum código para torná-lo jogável.


Mew, Jirachi, Unown, Dialga, Palkia, Giratina, Kyogre, Groudon, Rayquaza, Lugia, Ho-oh, Azelf, Mesprit, Uxie, Cresselia, Darkrai, Tornadus, Thundurus e Landorus foram criados diretamente por Arceus. Já as aves lendárias (Articuno, Zapdos e Moltres), as bestas (Entei, Raikou e Suicune) e o golem (Regigigas) foram criados por Lugia, Ho-oh e pela trindade responsável pelo clima (Kyogre, Groundon e Rayquaza), respectivamente. Exceto por esses citados, todos os outros Pokémon que conhecemos atualmente tem Mew como origem. Dessa maneira, por esse "elo de DNA", Mew tem uma incrível versatilidade para quantidade de golpes que pode aprender e se transformar em qualquer Pokémon.

[youtube][/youtube]




E AÍ O QUE ACHARAM!? COMENTEM!!!

_________________
avatar
Elendil2



Mensagens : 1878

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [NINTENDO] A MITOLOGIA DO UNIVERSO POKEMON - parte 1 e 2

Mensagem por Hoshinokaabi em Ter Jan 22, 2013 7:38 pm

Fantástico.

Esperando pela parte 3.

E obrigado por compartilhar isso conosco.

_________________
Adalard Greentea:
Nome: Adalard Greentea
Conceito: Orgulho da família
Características:
.Família nobre
.Armas intermitentes - como rifle, espingarda, etc
.Caçar é tradição
.Treinou seu cão de caça campeão.
.Prontidão
.Combate próximo
.Esgrimista nato.
.Mania de Limpeza.
.Bloco de notas
.Filantropo
.Reflexos rápidos.
.Azia rasgada.

Derek:
-Nome: Derek
-Força: 1 -Habilidade: 1 -Precisão: 0 -Resistência: 2
-Vantagens: -Armadura Mental (2 pts) -Telepatia (1 pt)
-Desvantagens: -Má fama (-1 pt) -Pobre (-2 pts)
-Perícias: -Sobrevivência
avatar
Hoshinokaabi



Mensagens : 171

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [NINTENDO] A MITOLOGIA DO UNIVERSO POKEMON - parte 1 e 2

Mensagem por Elendil2 em Sab Fev 02, 2013 2:11 am

Puxa acho que ninguém ligou para esse post... snif*snif*

Mas obrigado pelo comentário Hoshinokaabi, vou colocar a próxima parte da mitologia pokemon aqui no fórum, espero que goste! Talvez minha última postagem...

_________________
avatar
Elendil2



Mensagens : 1878

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [NINTENDO] A MITOLOGIA DO UNIVERSO POKEMON - parte 1 e 2

Mensagem por Rotieh em Dom Fev 03, 2013 5:13 am

Calma, cara, dê tempo aos leitores ;)

Eu achei fera, só não sei o motivo de ter criado um segundo tópico para o mesmo assunto ;)

Btw, muito bacana mesmo entender da origem genética dos monstrinhos! ;)

Só queria mais informações sobre os novos... deve estar no outro tópico ;)
avatar
Rotieh



Mensagens : 4212

Ver perfil do usuário http://dadoslimpos.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [NINTENDO] A MITOLOGIA DO UNIVERSO POKEMON - parte 1 e 2

Mensagem por Braga em Qua Fev 06, 2013 9:11 pm

Cara, quase comecei a chorar ao terminar de ler a segunda parte, é muito bom não consigo ler a terceira parte, mas está magnifico, espero que na terceira parte tenha alguma coisa ligada com pokemon XY.

_________________
Edward:
avatar
Braga



- Torneio de Justa
Mensagens : 188
Localização : Santa Cruz do Sul - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [NINTENDO] A MITOLOGIA DO UNIVERSO POKEMON - parte 1 e 2

Mensagem por alanmfreitas em Qui Fev 07, 2013 2:49 am

Eu adoro o Pokemon, mas as coisas parecem tão "tapa buraco". Principalmente de umas gerações pra cá.
avatar
alanmfreitas



Mensagens : 15
Localização : Bom Jesus do Norte, ES

Ver perfil do usuário http://www.lithaestudio.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [NINTENDO] A MITOLOGIA DO UNIVERSO POKEMON - parte 1 e 2

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum