[ROTA 13] Poke Center 11 > Goldfish

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[ROTA 13] Poke Center 11 > Goldfish

Mensagem por Rotieh em Seg Fev 22, 2016 8:13 pm

ROTA 13 - Ligação entre o Centro Pokémon R11 e a cidade de Goldfish


Seta para a Direita POKÉMONS DA ROTA

ANDANDO PELA GRAMA:

Sempre que adentrar uma rota, role 1d100 (avisar caso tenha a vantagem Sorte). Role 3d20 para saber quais pokémons encontrou. Escolha um dos três. Pokémons com uma marca vermelha são agressivos e atacarão imediatamente.


  1. Meowth
  2. Spearow Ponto de Alerta
  3. Hoppip
  4. NADA!
  5. Hoppip
  6. Sentret
  7. Spearow Ponto de Alerta
  8. Pidgey
  9. NADA!
  10. Mankey
  11. Sentret
  12. Pidgey
  13. Oddish Ponto de Alerta
  14. Spearow Ponto de Alerta
  15. Snubbull
  16. Oddish
  17. NADA!
  18. Pidgey
  19. Hoppip
  20. Mareep


Caso você tenha a vantagem CAÇA, poderá ter uma margem de acerto com seus dados. Exemplo: se tirou 15, poderá escolher os pokémons entre #14, #15 e #16.

FUÇANDO NAS ÁRVORES:

Role 2d10 e escolha seu resultado. Pokémons com marca vermelha são agressivos e atacarão imediatamente.


  1. Caterpie
  2. Spinarak Ponto de Alerta
  3. Natu
  4. Hoothoot
  5. Weedle Ponto de Alerta
  6. Ledyba
  7. Hoothoot
  8. Caterpie
  9. Ledyba
  10. Exeggcute


PESCANDO:
Old Rod:


Role 1d10 e interprete o pokémon da lista como pescado.

  1. FALHA!
  2. Magikarp
  3. Magikarp
  4. Goldeen
  5. Magikarp
  6. FALHA!
  7. Magikarp
  8. Magikarp
  9. Goldeen
  10. Magikarp



Good Rod:


Role 1d10 e interprete o pokémon da lista como pescado.

  1. Magikarp Ponto de Alerta
  2. Krabby
  3. Goldeen
  4. Marill
  5. Magikarp
  6. Goldeen
  7. Krabby Ponto de Alerta
  8. Magikarp Ponto de Alerta
  9. Goldeen
  10. Magikarp



Super Rod:


Role 1d10 e interprete o pokémon da lista como pescado.

  1. Gyarados Ponto de Alerta
  2. Krabby
  3. Goldeen
  4. Marill
  5. Goldeen
  6. Krabby
  7. Quagsire
  8. Slowpoke
  9. Marill
  10. Goldeen Ponto de Alerta
  11. Slowbro
  12. Slowpoke
  13. Wooper
  14. Goldeen
  15. Slowpoke
  16. Goldeen


Caso você tenha a vantagem CAÇA, poderá ter uma margem de acerto com seus dados. Exemplo: se tirou 5, poderá escolher os pokémons entre #4, #5 e #6.

Seta para a Direita CONDIÇÕES DE CAÇADA:
Só é permitido capturar UM Pokémon por dia e só é permitido UM TIPO de caça por dia.

Seta para a Direita CONDIÇÕES DE TRAVESSIA
A rota é longa e estreita. Confrontos são facilmente encontrados. Os viajantes levam MEIO dia para atravessar diretamente a rota. Se pretender apenas atravessar a rota, role 1d100. Um número maior que 51 no dado permite que você atravesse a rota diretamente.
Caso tire um número entre 1 e 20, pegue o pokémon selvagem correspondente (se o número corresponder a "NADA", role outro d20).
Caso tire um número entre 21 e 60, um treinador local o desafiará.
avatar
Rotieh



Mensagens : 4212

Ver perfil do usuário http://dadoslimpos.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ROTA 13] Poke Center 11 > Goldfish

Mensagem por Moriph em Sab Mar 12, 2016 7:38 pm

Meus pés estavam tremendo pelo esforço em continuar se movendo, mesmo assim insistiram em continuar. A dor latejante que sentia me motivava a caminhar cada vez mais rápido. O motivo para tudo isso era óbvio: meus companheiros de viagem estavam feridos e precisavam de ajuda de um profissional.

O que eu não contava era a distância retardada que eu deveria percorrer a pé: o próximo Centro Pokémon era absurdamente longe de onde eu estava. E andar naquela velocidade também fez com que eu me cansasse depressa demais. Mas era um esforço que valia a pena, já que ele aliviava o aperto que sentia no coração por ter machucado meus amigos.

Mas nem esse sentimento ruim pode inibir a animação que sentia, que fazia meu corpo suar frio: minha jornada havia começado da melhor maneira possível! Não tinha como esconder meu sorriso espontâneo. Era aliviante poder andar pelo mundo vendo suas belezas sem se preocupar com nada.

E que belezas! Mesmo uma Rota sem nenhum ponto turístico como aquela era recheada de um clima tão aconchegante que meus sentidos se anestesiavam. Se aquela garota estivesse aqui, ela também iria adorar.

É engraçado como as vezes meus pensamentos acabam voltando pra ela. E junto com a imagem de seu rosto veio um arrepio e uma leve falta de ar. Deveria ser ela aqui, não eu. O aperto no coração aumenta e, somado a ele, meus ombros parecem ficar mais pesados. Maldita garota, deveria ter te trazido comigo. Se o fizesse, não estaria pesando em coisas tão melancólicas agora.

Tento apagar essas ideias da cabeça. O passado não pode ser mudado, então bola pra frente. Continuo a minha caminhada, mas não com o mesmo pique de antes.

Quando finalmente chego no Centro Pokémon, o sol estava se pondo. As fotos que tirei ficaram incríveis, em especial a minha em frente ao prédio banhado pelo crepúsculo estava perfeita.

Entro e vou até o balcão falar com a atendente:

-Boa noite! Meu nome é Eduardo, um treinador licenciado. Gostaria que cuidassem desses dois camaradas que trago comigo: Charmander e Spearow. Eles tiveram uma briga, mas eu já fiz os primeiros socorros! Bom… Eu ouvi do meu responsável que, por ter licença, eu tenho refeições garantidas pelo governo. Mas como aquele cientista é irresponsável demais, ele não me explicou como isso funciona… Você poderia me informar mais sobre? Obrigado.  Feliz

Me sinto um pouco envergonhado em saber tão pouco sobre meus direitos, mas fazer o que, né. Se aquele babaca fosse um responsável de fato, não precisaria pedir informações para as pessoas assim. Afinal, como alguém tão maluco ganhou um cargo assim? O mundo é cheio de coisas inexplicáveis.

_________________
Ficha Pokémon STG:

Imagem do personagem:

-Nome: Eduardo “Dudu” Schneider
-Estágio/Classe: Treinador Licenciado
-Ambição: Construir um resort cheio de pokémons
-Tipo de pokemon favorito: Fogo e Água
-Pokemons favoritos: Houndoom

-Força: 1
-Habilidade: 2
-Precisão: 1
-Resistência: 2

-Vantagem:  Sorte
-Desvantagem: Fúria
-Perícia: Tratamento

Charmander:
Felicidade 12
Experiência 15

Espirrou Spearow
Felicidade: 10
Experiência: 8

Atualizado ao final da luta contra o Spearow
avatar
Moriph



Mensagens : 1601

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ROTA 13] Poke Center 11 > Goldfish

Mensagem por Rotieh em Ter Mar 15, 2016 7:36 pm


- Olá, Eduardo! Eu sou Joy, enfermeira-chefe neste centro! Ora, vejo que você soube mesmo como cuidar destas escoriações! A briga deve ter sido mesmo feia! Samantha, poderia levar estes dois para a sala de repouso? Já irei para lá.

Samantha era uma chansey bem encorpada, que adentrou correndo o recinto, seguida de quatro happinys!!

O silêncio do centro rapidamente foi rompido pela euforia de "happiny" que os pequenos pokémons soltavam sonoramente!


Logo elas desaparecem com seus pokémons para trás do balcão. Joy novamente se vira para você.

- Um responsável irresponsável... Hum... Parece que Jack ainda tem seu emprego por aqui! - Ela sorriu docemente. - Bem, é verdade. Os treinadores oficiais podem usar nossos dormitórios e se alimentar gratuitamente! Seus pokémons também receberão cuidados e alimentos de forma gratuita! As refeições são servidas nos horários fixos, sendo café da manhã, almoço e jantar! Fora isso, sempre podemos oferecer frutas e biscoitos a qualquer horário, mas procure não exagerar. O cardápio fica sempre colado na entrada do refeitório! Se me der sua credencial para registrar a entrada no centro formalmente, já pode guardar suas coisas no dormitório, tomar um banho e descer para jantar! Gúliver, meu chansey auxiliar, passará em seu dormitório para recolher as roupas sujas! Você as pegará limpinhas pela manhã!

- Ah! Quase me esqueci! Sempre que vier ao centro, usamos as credenciais de sua PokéDéx para enviar suas informações coletadas ao Centro de Pesquisa Pokémon, que os patrocina. Vejo que você tem uma boca mais a alimentar, ou seja, capturou um novo pokémon! Fico feliz em lhe informar que seu próximo pagamento virá com um bônus, para que você possa cuidar bem de seu novo amigo!
avatar
Rotieh



Mensagens : 4212

Ver perfil do usuário http://dadoslimpos.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ROTA 13] Poke Center 11 > Goldfish

Mensagem por Moriph em Ter Mar 15, 2016 11:36 pm

A enfermeira que me atendeu exalava tanta fofura que fui pego desprevenido. Era acostumado com a cruel frieza das mulheres de Beauty Tip, a característica marcante de quase toda a população feminina de lá. Inclusive a Bia, aquela idiota. Fria a ponto de me desafiar a vir aqui só pra tentar me manipular. E foi o que ela fez.

Mudando de assunto, a enfermeira não era a única fofa do lugar. Até suas companheiras eram fofas! E quanta animação com o trabalho. Se Charmander visse, ia ficar ainda mais cansado só de olhar!

-Há, a senhorita conhece a figura! Então sabe muito bem a minha situação!  - Ri até minhas bochechas doerem. Afinal alguém entendia o meu ponto de vista.

As informações que a enfermeira me dera eram de absoluta importância. Caramba! Até as roupas eram lavadas? WOW! Preciso informar o resto do pessoal depois! - Essa credencial? - entrego. - Muito obrigado pela ajuda! Eu tava perdido até agora! Muito obrigado mesmo.

Após o  agradecimento, vou arrumar minhas coisas. Primeiro deixo minha mochila no dormitório e pego apenas meus objetos de higiene. Eu deveria estar cheirando mal depois de tanta confusão.

Durante o banho, reparo que ganhei calos embaixo dos pés. Sinal de que eu havia andado bastante. Depois, devidamente limpo, com roupas limpas e macias, era a hora de comer.

E que comida! Em qualidade, em quantidade e em diversidade! A salada estava brilhando de fresca. Não cheguei a comer demais, mas dava muita vontade de continuar comendo. Aqueles sabores eram maravilhosos!!!!

Por fim, restava meu último compromisso do dia, ligar para a família (e agregados). Para isso, utilizei um dos computadores do Centro para realizar uma videoconferência. Não havia muito o que dizer, pois eu havia visto e falado com todo mundo no dia anterior. E como eu não havia feito muita coisa de lá pra cá, não tinha muito o que falar.

Mas eles tinham. Mamãe queria saber se havia comido, se eu estava doente, se eu havia me queimado com o sol, se alguém havia me atacado na estrada, entre outras perguntas de mãe. Papai, por outro lado, parecia uma criança. Queria saber das batalhas, se eu havia encontrado algum pokémon incomum, como eram meus “concorrentes” e se algum deles tinham chances contra mim. Meu irmão foi o menos eufórico de todos, insistiu em mandar uma mesada pra mim pois achava pouco o dinheiro que eu havia recebido. Recusei, afinal se era para me manter sem ajuda da família, seria literalmente assim. Já a maninha chorou, gritou e reclamou me querendo de volta. Tudo na margem do esperado.

Agora, com a agregada foi diferente. Quando liguei ela já estava indo dormir, por isso estava usando pijamas (minha camisa que ela pegou sem pedir). Assim que liguei, comecei com meu discurso:

-Ouvi falar que um certo alguém não achou que eu iria conseguir, então eu vim aqui dizer a esse alguém que está redondamente enganado.
- Mostro a língua. - Acho que você me deve um pedido de desculpas! Diga “Me perdoe, grande Eduardo!”. Se conseguir me convencer que está arrependida, talvez eu aceite suas desculpas. TALVEZ. Aqui, estou te enviando as fotos que eu tirei hoje. Nossa, foi muito legal! Até capturei um Pokémon, um Spearow. Foi na primeira tentativa. Eu sou muito bom, em. Há!

- Tá pra nascer o dia que vou fazer isso, sabichão. Há, aposto que esse pokémon tava desmaiado quando você chegou e só se aproveitou da situação!  Fotos! Nossa, que lugar incrível!


E a conversa seguiu normalmente. Nunca soube explicar qual era a nossa relação. Talvez somos assim tão próximos porque temos o que falta um no outro. Vai saber.

Depois de desligar, volto ao meu dormitório a tempo de entregar a roupa suja ao Gúliver. Vê-lo me fez lembrar que ainda não havia nomeado meus companheiros. Resolvi ligar novamente para  Bia.

- Você me ligou só pra isso mesmo ou era pra me ver de pijama de novo. Você é muito previsível, Dudu.
- Ué, se você atendeu, quer dizer que estava louca para se mostrar pra mim, né.
- Atendi porque poderia ser importante.
- E é importante! Não encontrei nenhum nome legal pra eles.
- Nossa, você não tem criatividade nenhuma.
- Eu não pedi sua opinião sobre mim.
- …
- …
- Uma Charmander fêmea e um Spearow macho?
- Isso.
- Hmmmm… Como uma futura criatura alada, que tal chamar ela de Valquíria? E já que estamos falando em mitologia nordica, Spearow poderia se chamar Siegfried! Viu, não foi tão difícil.
- WOW… Sua viciada em mitologia. Pois bem, eu gostei dos nomes! Muito obrigado. Eu já vou indo. To bem cansado! Boa noite.
- Boa noite.  E se cuida, tá? Estou com saudades de você...

A ligação acabou com ambos corados.


No dia seguinte,  arrumo minhas coisas para poder partir. Primeiro, pego meus colegas na recepção. Estavam ambos saudáveis e sem marca alguma de briga. Que cura sinistra!  Valquíria balançou seu rabinho de felicidade, mas nem saiu do lugar pra me abraçar. Já Siegfried ficou me encarando com aquela carinha dele. pelo jeito a galinha não era do tipo grudento e animado.

Isso não muda o fato que ambos são minha responsabilidade agora. Por isso escolho as rações mais nutritivas para os dois. Sirvo a ambos uma porção proporcional ao tamanho de cada um. A Pokédex me ajudou na ora de decidir o quanto deveria servir pra cada um deles.


Depois, veio minha vez de comer! Pro café escolho obviamente uma xícara de café junto com um sanduíche de patê de magikarp. Dou uma caprichada na salada, pra poder nutrir mais meu corpo. Ia precisar dessa energia.

Por fim, recolho minhas coisas e levo comigo um punhado de rações pokémon e duas frutas comigo. De acordo com o mapa, eu levaria muito tempo pra atravessar a rota, então terei de almoçar no caminho.

-Obrigado, enfermeira! A gente se vê por aí!

Volto a seguir o caminho da rota 13 em direção a cidade de Goldfish.

Tenho a perícia sorte: Moriph efetuou 1 lançamento(s) de dados (d100.) :
41

Moriph efetuou 3 lançamento(s) de dados (d20.) :
14 , 8 , 14

_________________
Ficha Pokémon STG:

Imagem do personagem:

-Nome: Eduardo “Dudu” Schneider
-Estágio/Classe: Treinador Licenciado
-Ambição: Construir um resort cheio de pokémons
-Tipo de pokemon favorito: Fogo e Água
-Pokemons favoritos: Houndoom

-Força: 1
-Habilidade: 2
-Precisão: 1
-Resistência: 2

-Vantagem:  Sorte
-Desvantagem: Fúria
-Perícia: Tratamento

Charmander:
Felicidade 12
Experiência 15

Espirrou Spearow
Felicidade: 10
Experiência: 8

Atualizado ao final da luta contra o Spearow
avatar
Moriph



Mensagens : 1601

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ROTA 13] Poke Center 11 > Goldfish

Mensagem por Rotieh em Ter Mar 15, 2016 11:58 pm


E nem precisou ir muito longe... aparentemente, não era só Eduardo que tinha uma amiga que não largava de seu pé, mas seu spearow Siegfried também tinha uma galera sinistra que o seguiu até o centro!

Na porta de entrada, eles estavam fazendo uma bela confusão correndo atrás das happinys!!!


Quando Eduardo notou a confusão, os encrenqueiros pararam e pousaram em galhos próximos. Então surge um terceiro Spearow, maior e mais ameaçador. Ele olha para Eduardo em desafio.

Sua face não demonstrava raiva ou coisa do tipo. Aparentemente um desafio diferente, para medir forças ou testar um adversário.

Se Siegfried estiver fora da pokébola: Aparentemente Siegfried parece conhecê-lo. Seus olhos brilharam ao encontrar os do desafiante, e um grito esganiçado de spearow demonstra que ele aceitara o desafio. Valquíria, ao seu lado, dá um passo à frente também, exibindo sua chama viva, forte como nunca!

Se os seus pokémons estiverem na pokébola: Não era fácil de entender um desafio como aquele, mas era fácil entender que aquela bagunça não deveria continuar!!

Hora do combate?

Interprete suas reações aqui, mas a batalha acontecerá no tópico de batalhas para Eduardo!

http://dadoslimpos.forum-livre.com/t986-batalhas-moriph-eduardo#24454
avatar
Rotieh



Mensagens : 4212

Ver perfil do usuário http://dadoslimpos.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ROTA 13] Poke Center 11 > Goldfish

Mensagem por Moriph em Qui Mar 17, 2016 3:34 am

E bastou sair do Centro que a confusão me encontra.Valquíria, antes no meu colo, desce para o chão. Siegfried, em meu ombro, abre suas asas. E na minha frente, uma dupla de Spearows assusta a todos perseguindo as pobres Happinys do dia anterior. E eles estavam fazendo aquilo por diversão.

Ao me notarem, ambos param a confusão e voam até a árvore mais próxima. Ao pousarem, surge do meio dos galhos um dos maiores Spearows que eu já havia visto. Muito maior que Siegfried. Mal sabia eu que aquele era seu pai. E ele me desafiou. Seus gritos diziam isso. Seus movimentos diziam isso. Ele queria uma prova de que eu era capaz de cuidar de um de seus filhos.

Do meu ombro, Siegfried pula para meu pulso. Ele queria aquela luta, queria provar o seu valor, tanto para mim quanto para seu pai. Senti isso nos olhos determinados que me olharam.

Meu coração, outrora assustado com a confusão, se encheu de um orgulho enorme acerca daquele gesto. Sieg queria mostrar tudo o que era capaz, queria que eu o tomasse como um companheiro valoroso.

Nossos olhos se cruzaram, ambos concordamos com a cabeça. - Siegfried… Pega ele, garoto! - Estendi meu braço e ele voou. Voou como uma bala. Suas asas bateram tão forte que espalhou a poeira sob meus pés.

Os olhos preguiçosos de Valquíria mudaram. Ela estava totalmente concentrada, tanto que a chama em seu rabo estava perigosamente maior que nunca, nem se abalando com a rajada de vento da partida de Sieg.

O outro Spearow mergulho no mesmo instante. Forte e imponente, era ele o alfa do seu bando. Aquela luta iria provar se Sieg ainda era um bebê tolo que foi capturado pela própria negligência ou se era um adulto abandonando o ninho e as asas do pai em busca de novos territórios para conquistar.

Siegfried deu tudo de si naquele ataque: no momento do impacto, suas garras agarraram ambas as asas do adversário, prendendo-o embaixo de si, totalmente a mercê de seus ataques. Foram duas bicadas seguidas de arranhões nas asas do pai, que jamais enfrentara tamanha perícia em um filho tão jovem. Caiu orgulhoso no chão, enquanto o filho voltava ao meu ombro.

Ele pousou, abriu suas asas e gritou com todas as forças. Valquíria rugiu em conjunto, com labaredas de fogo saindo de sua boca. O brado da vitória foi recebido pelo bando com sorrisos. Os dois Spearows restantes voaram em auxílio do maior, que se manteve acordado o suficiente para saudar seu filho. Recém feito adulto. E por seu treinador, eu. “Deixo meu filho sob seus cuidados”, foi o que o olhar dele lançado a mim dizia. Sorriu e desmaiou.

Corri para cuidar do “poderoso chefão”.  Nenhum dos seus companheiros reclamou com o que fiz. Confiariam as próprias vidas e a vida de seu alfa a mim. Levei-o até a enfermeira, seguido de perto pelos seus capangas e meus companheiros. Qualquer um que visse a cena de fora ficaria entorpecido por aquilo: um garoto carregando um Spearow enorme, com mais um no ombro e dois voando envolta dele, espantando as pessoas próximas, além de uma Charmander que, naquele momento, não estava com preguiça de caminhar pelo chão em vez de estar no meu colo.

- Enfermeira, enfermeira! Cuide desse camarada para mim! Parece ser alguém importante para o Siegfried, meu Spearow. Creio que essa briga foi a despedida deles! Olha… desculpa causar essa confusão toda por causa deles, mas eu não esperava que ele tivesse um bando! - Minhas emoções estavam em turbilhão! Estava animado demais para me sentir culpado pela confusão, me sentia culpado demais para sentir orgulho do que Siegfriead havia feito, sentia tanto orgulho dele que não consegui me preocupar com as  pancadas que o maior havia sofrido e estava também tão preocupado com ele que não conseguia ficar animado. Tudo ao mesmo tempo.

Os capangas fizeram um breve aceno ao Siegfried quando nós saímos, mas ele não olhou para trás. Sua escolha havia sido feita e ele jamais se arrependeria. Mesmo preocupado com seu pai, ele não olharia para trás. Demonstrar um pingo de preocupação significaria que ele não confiava no poder que o pai tinha. Foi a despedia mais triste e ao mesmo tempo mais inspiradora que poderia ter acontecido e eu fiquei realmente feliz por tê-la entendido, depois de pensar bastante.

Depois daquilo, por todo o caminho da Rota 13, fui seguido por um bando gigantesco de Spearows, que gritavam para Siegfried enquanto eles apenas olhava pra frente. Era a despedida do resto da sua grande família. Sorri de orelha à orelha. Uma família unida assim era motivo de se orgulhar.

- Siegfried, você é incrível! Maravilhoso! Aquele ataque que você usou foi terrivelmente preciso, que assustador! Agora que você está no meu time, seremos imbatíveis. E você também, Valquíria. Vocês dois. Não consigo imaginar companheiros mais incríveis que vocês! Olha… eu fiquei realmente feliz por serem meus novos amigos. Muito mesmo. Muito obrigado!

Minha última ação naquela rota naquele dia foi tirar uma foto. Valquíria caminhando à minha frente. Siegfried empoleirado no meu ombro e um bando gigantesco de outros Spearows voando à nossa volta. E meu rosto, é claro não poderia estar mais feliz. Aquele momento ficou gravado na minha mente e só me fez agradecer mais àquela babaca. Droga… eu devo isso tudo à ela.

E foi assim que cheguei, no entardecer, no meu objetivo: a cidade de Goldfish.

_________________
Ficha Pokémon STG:

Imagem do personagem:

-Nome: Eduardo “Dudu” Schneider
-Estágio/Classe: Treinador Licenciado
-Ambição: Construir um resort cheio de pokémons
-Tipo de pokemon favorito: Fogo e Água
-Pokemons favoritos: Houndoom

-Força: 1
-Habilidade: 2
-Precisão: 1
-Resistência: 2

-Vantagem:  Sorte
-Desvantagem: Fúria
-Perícia: Tratamento

Charmander:
Felicidade 12
Experiência 15

Espirrou Spearow
Felicidade: 10
Experiência: 8

Atualizado ao final da luta contra o Spearow
avatar
Moriph



Mensagens : 1601

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ROTA 13] Poke Center 11 > Goldfish

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum